Eu só esperava encontrar em ti a calma que não existe em mim, esperava um refúgio, uma fuga do cotidiano, uma avalanche de atitudes nada corriqueiras que me tirassem dessa vida séria e desgastante. Esperava, de verdade, um ombro pra desabafar, e não só mais um desses alvos pra despencar os meus problemas, pra jogar a culpa, pra descontar frustrações. Eu queria mais era um daqueles amigos sabe? Que me ligasse e dissesse: “to indo aí te buscar pra ser feliz comigo”. Esperava não só palavras e palavras. Esperava ações. Esperava o que nem mesmo sabia, esperava o inesperado, o novo, o belo. Esperava tudo que lhe envolvia amor. Mas então incompreendida, que nas palavras mais uma vez não soube se expressar. Mas então quieta, vazia, cheia de dor pra entregar. Entregar ao vento, pra que talvez leve longe ou que simplesmente traga tudo de volta. Mas eu queria mesmo era entregar a ti, pra que eu pudesse ver as lágrimas se transformando em risos, a felicidade invadindo cada curva escondida do rosto, pra ouvir você dizer que me ama. Esperava ser entendida por alguém, já que nunca fui capaz de entender-me. Esperava um ou dois desencontros de pensamentos, normal, mas não um desencontro de almas. Não um desencontro de dois, que sempre foram um só. Esperava, esperava, esperava. Ainda espera. Esperança. (scars)

Eu só esperava encontrar em ti a calma que não existe em mim, esperava um refúgio, uma fuga do cotidiano, uma avalanche de atitudes nada corriqueiras que me tirassem dessa vida séria e desgastante. Esperava, de verdade, um ombro pra desabafar, e não só mais um desses alvos pra despencar os meus problemas, pra jogar a culpa, pra descontar frustrações. Eu queria mais era um daqueles amigos sabe? Que me ligasse e dissesse: “to indo aí te buscar pra ser feliz comigo”. Esperava não só palavras e palavras. Esperava ações. Esperava o que nem mesmo sabia, esperava o inesperado, o novo, o belo. Esperava tudo que lhe envolvia amor. Mas então incompreendida, que nas palavras mais uma vez não soube se expressar. Mas então quieta, vazia, cheia de dor pra entregar. Entregar ao vento, pra que talvez leve longe ou que simplesmente traga tudo de volta. Mas eu queria mesmo era entregar a ti, pra que eu pudesse ver as lágrimas se transformando em risos, a felicidade invadindo cada curva escondida do rosto, pra ouvir você dizer que me ama. Esperava ser entendida por alguém, já que nunca fui capaz de entender-me. Esperava um ou dois desencontros de pensamentos, normal, mas não um desencontro de almas. Não um desencontro de dois, que sempre foram um só. Esperava, esperava, esperava. Ainda espera. Esperança. (scars)

♥ 143 notes | post details | reblog

posted on: 24/02/2012 | Friday | 13:53

Reblogged From:julfachini-textos
Originally Post:julfachini
- Source Post:julfachini -

---------------------------------------------------------------

143 notes
  1. los-temotions reblogged this from girlmagoada
  2. i-need-u-to-hug-me-in-the-winter reblogged this from youaremorethatthey
  3. youaremorethatthey reblogged this from gunnyhenrique
  4. vendedoras-de-sentimentos reblogged this from gunnyhenrique
  5. deepsuseless reblogged this from gunnyhenrique
  6. gunnyhenrique reblogged this from julfachini and added:
    Eu só esperava encontrar em ti a calma que não existe em mim, esperava um refúgio, uma fuga do cotidiano, uma avalanche...
  7. one-and-boy reblogged this from julfachini
  8. porra-cacau reblogged this from julfachini
  9. marinachaves reblogged this from carolinesilva42
  10. anauvinha reblogged this from julfachini
  11. s-eeing reblogged this from julfachini
  12. carolinesilva42 reblogged this from julfachini
  13. absolutcocaine reblogged this from julfachini and added:
    Eu só esperava encontrar em ti a calma que não existe em mim, esperava um refúgio, uma fuga do cotidiano, uma avalanche...
  14. fugitive-princess reblogged this from julfachini
  15. leeticial2 reblogged this from julfachini
  16. anomali4-s reblogged this from julfachini
  17. starlitniight reblogged this from julfachini
  18. luizavieiralima reblogged this from julfachini
  19. meu-amor-roubado reblogged this from julfachini
  20. julfachini reblogged this from julfachini-textos and added:
    Eu só esperava encontrar em ti a calma que não existe em mim, esperava um refúgio, uma fuga do cotidiano, uma avalanche...
  21. talento-feminino reblogged this from julfachini
  22. dreamsforevers reblogged this from little-dreamer-fragile
  23. vivendonomundodesonhos reblogged this from julfachini
  24. little-dreamer-fragile reblogged this from julfachini
  25. dream-girl-s2 reblogged this from julfachini
  26. likefranksaid reblogged this from julfachini
  27. estou-a-sonhar reblogged this from julfachini
  28. temporalizei reblogged this from julfachini
  29. maruja7ondas reblogged this from julfachini
  30. eagentelembra reblogged this from julfachini
  31. sleepwalking-1 reblogged this from julfachini
  32. taailameu reblogged this from julfachini
  33. umagarotaeseusretalhos reblogged this from p-r-o-i-b-i-d-a
  34. p-r-o-i-b-i-d-a reblogged this from julfachini
  35. inconstar reblogged this from julfachini
  36. an--unkind reblogged this from julfachini
  37. brunaamoreiira reblogged this from julfachini
  38. impeerfeitoamor reblogged this from julfachini
  39. denkensie reblogged this from julfachini
  40. oliveirsthais reblogged this from 4de-fevereiro
  41. 4de-fevereiro reblogged this from julfachini
  42. garota-imperfeita0 reblogged this from umamordeflor